Para transformar ideias em negócios de sucesso, Rondônia recebe Programa Centelha 2

Serão selecionadas até 22 ideias inovadoras e os interessados podem se inscrever até 18 de fevereiro de 2022

Para transformar ideias inovadoras em negócios de sucesso, o Programa Centelha 2 acaba de abrir inscrições em Rondônia. A iniciativa oferecerá recursos financeiros, capacitação e suporte aos 22 projetos que serão selecionados. Os contemplados receberão R$ 53.636,00 em subvenção econômica e R$ 26 mil em bolsas de apoio técnico. Os interessados podem se inscrever gratuitamente até o dia 18 de fevereiro de 2022.

Promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação CERTI, em Rondônia, o programa é executado pela Fundação de Amparo ao Desenvolvimento das Ações Científicas e Tecnológicas e à Pesquisa de Rondônia (FAPERO).

De acordo com Paulo Haddad, presidente da FAPERO, o Programa Centelha pode modificar a vida de quem deseja começar a empreender. “O empreendedor terá, de fato, topo o apoio, suporte e recursos necessários para colocar a sua ideia em prática. Queremos que iniciativas como essa sejam cada vez mais valorizadas e ampliadas”, conclui.

Em sua primeira edição, o programa contou com mais de 15 mil ideias submetidas nacionalmente e mais de 1 mil municípios envolvidos. Neste ano, o Programa Centelha 2 acontecerá em 25 Estados e no Distrito Federal.

Para mais informações sobre o edital, o cronograma e todas as informações para submissão, confira https://programacentelha.com.br/ro/.

INFORMAÇÕES À IMPRENSA

OLIVER PRESS / (11) 3034-0743 / 3031-1793

Programa Centelha 2 abre inscrições para selecionar ideias inovadoras no Maranhão

Iniciativa oferecerá até R$ 52 mil em subvenção econômica e R$ 26 mil em bolsas de apoio técnico

Transformar ideias inovadoras em empreendimentos de sucesso é o principal objetivo do Programa Centelha 2, que acaba de abrir inscrições no Maranhão. A iniciativa oferecerá recursos financeiros, capacitação e suporte aos 28 projetos selecionados, que também serão contemplados com até R$ 52 mil em subvenção econômica e R$ 26 mil em bolsas de apoio técnico. As inscrições seguirão abertas até o dia 21 de março de 2022.

Promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação CERTI, no Maranhão, o programa é executado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FAPEMA).

De acordo com o diretor-presidente da FAPEMA, André Santos, o Programa Centelha é essencial para a evolução do Estado do Maranhão em termos de inovação. “A iniciativa é uma oportunidade de aproximar a academia de empresas, por meio do processo de transformação de ideias em produtos, proporcionando, assim, retorno financeiro ao Brasil”, explica.

Em sua primeira edição, o programa contou com mais de 15 mil ideias submetidas nacionalmente e mais de 1 mil municípios envolvidos. Somente no Maranhão foram mais de 240 ideias submetidas e 693 empreendedores capacitados. Neste ano, o Programa Centelha 2 acontecerá em 25 Estados e no Distrito Federal.

Para mais informações sobre o edital, o cronograma e todas as informações para submissão, confira https://programacentelha.com.br/ma/.

INFORMAÇÕES À IMPRENSA

OLIVER PRESS / (11) 3034-0743 / 3031-1793

Sergipe seleciona empreendimentos inovadores

Programa Centelha 2 apoiará empresas com até R$ 53 mil em subvenção econômica e R$ 26 mil em bolsas de apoio técnico

Estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura empreendedora são os pilares do Programa Centelha 2, que acaba de chegar em Sergipe. Em sua segunda edição, a iniciativa oferecerá recursos financeiros, capacitação e suporte para transformar novas ideias em negócios de sucesso. A expectativa é que até 23 projetos sejam selecionados e os contemplados serão apoiados com até R$ 53 mil em subvenção econômica e R$ 26 mil em bolsas de apoio técnico. As inscrições seguirão abertas até o dia 25 de janeiro de 2022.

Promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação CERTI, em Sergipe, o Programa é executado pela Fundação de Apoio à Pesquisa e Inovação Tecnológica (FAPITEC).

De acordo com o Diretor-Presidente da FAPITEC, Ronaldo Botelho, a iniciativa é essencial para o desenvolvimento do Brasil. “O Centelha é gerador de oportunidades, visto sua capacidade de abranger diversos setores da economia e chegar em empreendedores que não possuem acesso a crédito”, afirma.

Em sua primeira edição, o programa contou com mais de 15 mil ideias submetidas nacionalmente e mais de 1 mil municípios envolvidos. Somente em Sergipe foram mais de 1,6 mil empreendedores capacitados, 579 ideias submetidas e 23 empresas apoiadas. Neste ano, o Programa Centelha 2 acontecerá em 25 Estados e no Distrito Federal.

Para mais informações sobre o edital, o cronograma e todas as informações para submissão, confira https://programacentelha.com.br/se/.

INFORMAÇÕES À IMPRENSA

OLIVER PRESS / (11) 3034-0743 / 3031-1793

Juliana Oliveira – (11) 98398-5305 – juliana@oliverpress.com.br

Patricia Hidaka – (11) 988110052 – patricia@oliverpress.com.br

Raquel Cruz – (11) 99883-0091 – raquel@oliverpress.com.br

Elaine Tessarolo – (11) 99996-7938 – elaine@oliverpress.com.br

Luna Oliva – (13) 99674-6505 – luna@oliverpress.com.br

Programa Centelha 2 chega ao Amazonas com o objetivo de selecionar até 50 projetos empreendedores

Projeto apoiará as empresas selecionadas com até R$ 60 mil em subvenção econômica e R$ 26 mil em bolsas de apoio técnico

Com o principal objetivo de estimular o empreendedorismo inovador, o Programa Centelha 2 está com inscrições abertas no Amazonas até o próximo dia 11 de janeiro de 2022. Em sua segunda edição, a iniciativa oferecerá recursos financeiros, capacitação e suporte para transformar novas ideias em negócios de sucesso. A expectativa é que até 50 projetos sejam selecionados e os contemplados serão apoiados com até R$ 60 mil em subvenção econômica e R$ 26 mil em bolsas de apoio técnico.

Promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação CERTI, no Amazonas, o Programa é executado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM).

De acordo com Márcia Perales Mendes, Diretora-Presidente da FAPEAM, é uma alegria e um grande desafio trazer mais uma edição do Programa Centelha ao Amazonas. “É necessário uma articulação de todo o ecossistema de inovação. Precisamos que as pessoas ousem e encaminhem ideias maravilhosas. Desejo a todos os envolvidos muito sucesso”, finaliza.

Em sua primeira edição, o programa contou com mais de 15 mil ideias submetidas nacionalmente e mais de 1 mil municípios envolvidos. Somente no Amazonas foram mais de 2,4 mil empreendedores capacitados, 964 ideias submetidas e 18 empresas apoiadas. Neste ano, o Programa Centelha 2 acontecerá em 25 Estados e no Distrito Federal.

Para mais informações sobre o edital, o cronograma e todas as informações para submissão, confira https://programacentelha.com.br/am/.

INFORMAÇÕES À IMPRENSA

OLIVER PRESS / (11) 3034-0743 / 3031-1793

Juliana Oliveira – (11) 98398-5305 – juliana@oliverpress.com.br

Patricia Hidaka – (11) 988110052 – patricia@oliverpress.com.br

Raquel Cruz – (11) 99883-0091 – raquel@oliverpress.com.br

Elaine Tessarolo – (11) 99996-7938 – elaine@oliverpress.com.br

Luna Oliva – (13) 99674-6505 – luna@oliverpress.com.br

Programa Centelha 2 está com inscrições abertas no Mato Grosso do Sul

 Objetivo é apoiar os projetos aprovados com até R$ 60 mil em subvenção econômica e R$ 26 mil em bolsas de apoio técnico

Para transformar ideias inovadoras em negócios de sucesso, o Programa Centelha 2 chega ao Mato Grosso do Sul e as inscrições seguem até o dia 16 de dezembro. Em sua segunda edição, a iniciativa visa estimular a geração de novas ideias, oferecendo suporte e capacitação. A expectativa é que até 50 projetos sejam selecionados e os contemplados serão apoiados com até R$ 60 mil em subvenção econômica e R$ 26 mil em bolsas de apoio técnico.

A iniciativa é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação CERTI. No Estado do Mato Grosso do Sul é executado pela Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (FUNDECT).

De acordo com Márcio Araújo Pereira, Diretor-Presidente da FUNDECT, o Programa Centelha é o caminho inicial para o desenvolvimento de novos negócios. “É uma porta que se abre para que essas novas gerações possam começar os seus empreendimentos e, futuramente, conseguir outros aportes”, explica.

Em sua primeira edição, o programa contou com mais de 15 mil ideias submetidas nacionalmente e mais de 1 mil municípios envolvidos. Apenas no Mato Grosso do Sul foram mais de 1,3 mil empreendedores capacitados, 564 ideias submetidas e 30 empresas apoiadas. Neste ano, o Programa Centelha 2 acontecerá em 25 Estados e no Distrito Federal.

Para mais informações sobre o edital, o cronograma e todas as informações para submissão, confira https://programacentelha.com.br/ms/.

 

INFORMAÇÕES À IMPRENSA

OLIVER PRESS / (11) 3034-0743 / 3031-1793

Juliana Oliveira – (11) 98398-5305 – juliana@oliverpress.com.br

Patricia Hidaka – (11) 988110052 – patricia@oliverpress.com.br

Raquel Cruz – (11) 99883-0091 – raquel@oliverpress.com.br

Elaine Tessarolo – (11) 99996-7938 – elaine@oliverpress.com.br

Luna Oliva – (13) 99674-6505 – luna@oliverpress.com.br

Empreendedorismo: Programa Centelha 2 abre inscrições em Santa Catarina

Objetivo é apoiar os projetos aprovados com até R$ 60 mil em subvenção econômica e R$ 26 mil em bolsas de apoio técnico

Disseminar a cultura empreendedora e estimular o desenvolvimento de ideias inovadoras é o principal objetivo do Programa Centelha 2, que está com inscrições abertas em Santa Catarina até 10 de janeiro de 2022. Em sua segunda edição, a iniciativa visa estimular a geração de novas ideias, oferecendo suporte e capacitação. A expectativa é que até 50 projetos sejam selecionados e os contemplados serão apoiados com até R$ 60 mil em subvenção econômica e R$ 32,4 mil em bolsas de apoio técnico.

A iniciativa é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação CERTI. Em Santa Catarina, é executado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (FAPESC).

De acordo com o Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, o Programa Centelha deve ser incentivado e ampliado. “É a maneira ideal de tirar essas ideias inovadoras do papel e transformá-las em riquezas para o Brasil. Eu confio nos empreendedores, alunos e pesquisadores brasileiros que conseguem, mesmo com pouco, fazer muito”, conclui.

Em sua primeira edição, o programa contou com mais de 15 mil ideias submetidas nacionalmente e mais de 1 mil municípios envolvidos. Apenas em Santa Catarina foram mais de 3 mil empreendedores capacitados, 1 mil ideias submetidas e 28 empresas apoiadas. Neste ano, o Programa Centelha 2 acontecerá em 25 Estados e no Distrito Federal.

Para mais informações sobre o edital, o cronograma e todas as informações para submissão, confira https://programacentelha.com.br/sc/.

INFORMAÇÕES À IMPRENSA

OLIVER PRESS / (11) 3034-0743 / 3031-1793

Juliana Oliveira – (11) 98398-5305 – juliana@oliverpress.com.br

Patricia Hidaka – (11) 988110052 – patricia@oliverpress.com.br

Raquel Cruz – (11) 99883-0091 – raquel@oliverpress.com.br

Elaine Tessarolo – (11) 99996-7938 – elaine@oliverpress.com.br

Luna Oliva – (13) 99674-6505 – luna@oliverpress.com.br

 

 

Distrito Federal receberá a primeira edição do Programa Centelha

O programa visa estimular o ecossistema de empreendedorismo da região

 

O Programa Centelha chegou ao DF. O Parque Tecnológico Biotic, em Brasília, sedia, nesta quinta-feira, 21 de outubro, às 9h30, o lançamento da primeira edição da iniciativa, que tem por objetivo estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura empreendedora no Distrito Federal. O programa irá oferecer capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso. A edição distrital irá selecionar 28 startups, com previsão de investimentos de R$ 1,6 milhão.

As regras para participação e inscrição podem ser conferidas no site https://programacentelha.com.br/df.

O programa é promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), a Fundação CERTI e executado pela BIOTIC S/A.

Segundo Marco Antônio Costa Júnior, diretor-presidente da FAPDF, apoiar iniciativas como essa é promover o desenvolvimento inteligente e sustentável de Brasília para transformá-la em uma cidade inteligente.  “Acreditamos que o empreendedorismo é pilar essencial para esse processo de transformação, com potencial para gerar soluções para a cidade, oportunidades e ativos econômicos. O GDF também acredita que a atuação integrada entre governo, setor produtivo, academia e sociedade é indispensável para que a capital federal se torne um polo produtor de inovação”, diz.

 

Sobre o Programa Centelha

O Centelha é um programa nacional de incentivo ao empreendedorismo, executado de forma descentralizada. No DF, irá selecionar 28 startups. Por meio de benefícios, como subvenção econômica, capacitações e networking com parceiros, o programa busca incentivar a geração de ideias inovadoras em estágios iniciais, de ideação e prototipação.

Funciona assim: durante a etapa de seleção, os empreendedores participantes passarão por três fases. A primeira etapa compreende à submissão de Ideias Inovadoras. Em seguida, eles passam pela construção de um Projeto de Empreendimento. Por fim, devem elaborar um Projeto de Fomento.

Ao longo das etapas, os empreendedores receberão capacitações para aprimorar os projetos inovadores, além de suporte e feedback dos avaliadores.

No Programa Centelha DF, os projetos aprovados serão contemplados com até R$ 60 mil em subvenção econômica, além dos demais benefícios.  A previsão é de que sejam investidos R$ 1.665.000,00.

Segundo o presidente da BIOTIC S/A, Gustavo Dias Henrique, todas as grandes empresas surgem de ideias. Ideias essas que muitas vezes não encontram apoio do setor privado e do governo para saírem do papel. “O programa Centelha é um instrumento justamente para isso, apoiando empreendedores que encontram-se ainda em fase inicial, na busca de aprimoramento, mentoria e apoio financeiro. Nosso desejo enquanto BIOTIC é que dessas ideias selecionadas pelo programa surjam os futuros unicórnios, empresas que irão revolucionar a maneira de pensar e de agir na sociedade, e disseminar cada vez mais a cultura empreendedora em Brasília”, finaliza.

 

O lançamento

A solenidade contará com a participação do superintendente da APDT – FINEP, Marcelo Nicolas Camargo; do ministro de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovações Substituto, Marcelo Marcos Morales, e do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.

O evento será aberto ao público, sendo necessária a inscrição por meio do link para participação de forma presencial. Aqueles que não conseguirem comparecer presencialmente, poderão acompanhar a transmissão ao vivo no Canal do Youtube da Biotic S.A.

Programa Centelha 2 é lançado em Goiás pela FAPEG

A iniciativa visa fomentar o empreendedorismo inovador goiano

Nesta quarta-feira,15/09, aconteceu em Goiânia o Evento de Lançamento do Edital do Programa Centelha 2, promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação CERTI, e executado em Goiás pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado – FAPEG.

A solenidade realizada na capital goiana, que contou com a presença de autoridades e parceiros, foi transmitida ao vivo no perfil oficial da FAPEG no Instagram, diretamente do local do evento, o Salão Dona Gercina, no Palácio da Esmeralda. Cerca de 30 convidados prestigiaram o lançamento da segunda edição do Programa Centelha GO, entre elas representantes das instituições MCTI, Finep, FAPEG, Grupo Boticário, Embrapii, Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (SEDI/GO) e Secretaria-Geral da Governadoria (SGG/GO).

A programação do evento teve início com a fala de Robson Domingos Vieira, Presidente da FAPEG, que apresentou o crescimento do Programa Centelha e seus impactos no ecossistema goiano. Em seguida, o Secretário de Desenvolvimento da Inovação do Estado, Marcio Cesar Pereira, relembrou a importância do Programa Centelha e se mostrou entusiasmado com a segunda edição, afirmando ter expectativas de resultados ainda melhores que a primeira.

Ike Weber, responsável pelas Relações Institucionais da Fundação Grupo Boticário, destacou o foco na região do cerrado e as iniciativas para conservação do meio ambiente e da biodiversidade.

O Secretário de Empreendedorismo e Inovação do MCTI, Paulo César Rezende de Carvalho Alvim, explanou a satisfação em participar do lançamento do Programa em Goiás e relembrou o compromisso do MCTI em executar o Programa no estado de Goiás. Além disso, o Secretário elogiou o desempenho do estado no Centelha 1 e parabenizou a equipe pelo evento.

Dando sequência à solenidade e falas de autoridades, Marcelo Nicolas Camargo, Superintendente da Área de Pesquisa Aplicada e Desenvolvimento da Finep, destacou o crescimento do número de empresas que serão apoiadas ao final do Programa e a disponibilização de bolsas do CNPq, como diferencial em relação à primeira edição do Centelha. Marcelo reforçou ainda a importância da continuidade e da resiliência nos projetos de incentivo à inovação.

As inscrições do Programa Centelha Goiás estão abertas de 15/09 até 26/10/2021, no endereço eletrônico https://go2.programacentelha.com.br/, no qual é possível obter mais informações sobre o Programa e seu Edital detalhado.

O Programa Centelha Goiás

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais de inovação do país.

A etapa de seleção é composta por 3 fases distintas onde, em cada uma, os empreendedores participantes recebem capacitações e suporte para submeter suas ideias e projetos inovadores como pessoas físicas. Na primeira fase, os interessados deverão apresentar suas ideias de negócios, destacando o problema de mercado e a solução proposta.  O objetivo é identificar aquelas com maior potencial inovador. Na segunda fase, os selecionados devem, então, elaborar um projeto de empreendimento, detalhando o plano de negócio, com o objetivo de demonstrar as chances de a ideia gerar um bom negócio. Por fim, a terceira fase consiste no desenvolvimento de um projeto de fomento, com apresentação detalhada do orçamento e do planejamento de execução do projeto.

Ao final, até 50 projetos serão selecionados e deverão constituir empresa, cada qual contemplada com até R$ 60.000,00 em subvenção econômica, até R$ 26 mil em bolsas de apoio técnico, além de outros benefícios oferecidos pelos parceiros Centelha. Durante 12 meses as startups passarão pela etapa de Acompanhamento do Programa, recebendo suporte e capacitações para transformar suas ideias inovadoras em negócios de sucesso.

Resultados da Primeira Edição

Em sua primeira edição, o Programa Centelha Goiás recebeu mais de 900 ideias inovadoras, ficando entre os 10 estados com maior número de submissão em todo o país. No total, 2186 empreendedores foram capacitados e 28 empresas foram apoiadas.

O objetivo é que a segunda edição contribua ainda mais para o estabelecimento da ponte entre academia e indústria no estado de Goiás, continue impactando a matriz econômica com o estímulo à criação de emprego e renda resultado do apoio ao surgimento de 50 novas empresas inovadoras. O estímulo à participação de todos os cidadãos do estado no programa, tanto para inscrever suas ideias, como para interagir com os empreendedores, seguirá consolidando uma forte rede de apoio ao empreendedorismo inovador e fortalecendo o ecossistema regional de empreendedorismo.

 

Programa Centelha 2 é lançado em São Paulo

A iniciativa visa fomentar o empreendedorismo inovador paulista

 

Na última terça-feira, 14 de setembro de 2021, aconteceu o Evento Online de Lançamento do Edital do Programa Centelha, promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação CERTI, e executado, em São Paulo, pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

O evento foi realizado por meio de transmissão ao vivo no canal da Agência FAPESP no Youtube, contando com a presença de autoridades, parceiros e mais de 200 pessoas que puderam acompanhar o evento pela plataforma.

A programação do evento teve início com a fala de Carlos Américo Pacheco, Presidente da FAPESP, que destacou a parceria de sucesso com a Finep nos últimos 10 anos e considerou o Centelha um experimento para idealização de outros projetos de incentivo inicial aos empreendedores almejado pela FAPESP, pontuando também  a magnitude e importância do Centelha no contexto nacional. Em seguida, o Superintendente da Área de Pesquisa Aplicada e Desenvolvimento da Finep, Marcelo Nicolas Camargo, reforçou a fala do Presidente, destacando que o estado representa um exemplo para todo o país em alocação de recursos para a Ciência, Tecnologia e Inovação.

Prosseguindo, o Diretor de Desenvolvimento Científico-Tecnológico da Finep, Marcelo Bortolini, relembrou os dados da 1ª Edição do Programa, as mais de 15 mil ideias submetidas, os mais de 1 mil municípios contemplados, os 19 estados participantes e a satisfação de contar com o Estado de São Paulo na nova edição. Além disso, foi reforçada a importância das parcerias estaduais para o maior volume de recursos e garantia de integração nacional.

Em seguida, a fala foi de Zaíra Turchi, Diretora de Cooperação Institucional do CNPq, que parabenizou a FAPESP pelo trabalho realizado no contexto histórico de inovação nacional e destacou o sucesso do Programa Centelha e sua construção coletiva por meio das parcerias das diversas instituições federais e das Fundações de Amparo à Pesquisa dos estados. Além disso, foi destacada a formalização das bolsas de incentivo pelo CNPq que trará uma sinergia ainda maior para o desenvolvimento do Programa.

O Diretor Científico da FAPESP, Luiz Mello, pontuou a importância do Programa Centelha por permitir o apoio às ideias, mesmo sem formalização de CNPJ, e também reforçou a grande importância no apoio aos empreendedores, os grandes beneficiários da iniciativa.

Por fim, o Secretário de Empreendedorismo e Inovação do MCTI, Paulo César Rezende de Carvalho Alvim, complementou que o Programa Centelha é um mecanismo de incentivo ao empreendedorismo inovador na base, destacando a importância da incorporação do estado de SP na nova edição.

As inscrições do Programa Centelha São Paulo estão abertas de 14/09 até 25/10/2021, por meio do endereço eletrônico https://sp2.programacentelha.com.br/, no qual é possível obter mais informações sobre o Programa e seu Edital detalhado.

O Programa Centelha São Paulo

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais de inovação do país.

A etapa de seleção é composta por 3 fases distintas onde, em cada uma, os empreendedores participantes recebem capacitações e suporte para submeter suas ideias e projetos inovadores como pessoas físicas. Na primeira fase, os interessados deverão apresentar suas ideias de negócios, destacando o problema de mercado e a solução proposta.  O objetivo é identificar aquelas com maior potencial inovador. Na segunda fase, os selecionados devem, então, elaborar um projeto de empreendimento, detalhando o plano de negócio, com o objetivo de demonstrar as chances de a ideia gerar um bom negócio. Por fim, a terceira fase consiste no desenvolvimento de um projeto de fomento, com apresentação detalhada do orçamento e do planejamento de execução do projeto.

Ao final, os projetos contemplados serão apoiados com até R$ 66.000,00 em subvenção econômica, até R$ 26 mil em bolsas de apoio técnico, além de outros benefícios oferecidos pelos parceiros Centelha. Durante 12 meses as startups passarão pela etapa de Acompanhamento do Programa, recebendo suporte e capacitações para transformar suas ideias inovadoras em negócios de sucesso.

Programa Centelha 2 é lançado no Rio Grande do Sul

A iniciativa visa fomentar o empreendedorismo inovador gaúcho

 

Nesta segunda-feira, 13/09, o estado do Rio Grande do Sul foi o pioneiro no lançamento da segunda edição do Programa Centelha, que ocorrerá em 25 estados, além do Distrito Federal. A iniciativa tem como objetivo estimular a criação de empreendimentos inovadores em todo o país e é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação CERTI. No Rio Grande do Sul é executado pela FAPERGS, vinculada à Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia (SICT), em parceria com o BADESUL, com a Rede Gaúcha de Ambientes de Inovação (REGINP) e com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Rio Grande do Sul (SEBRAE/RS).

O evento virtual de lançamento foi transmitido ao vivo pelos canais de Facebook e Youtube da FAPERGS e contou com a participação de representantes do MCTI, CNPq, Finep, CERTI, SICT, FAPERGS, BADESUL, REGINP e SEBREAE RS.

Na abertura, o diretor-presidente da FAPERGS, Odir Dellagostin, frisou o sucesso da primeira edição do Programa Centelha RS e o potencial que essa iniciativa possui para ser um dos maiores programas de apoio à inovação da América Latina.

O Secretário de Inovação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, Luís Lamb deu sequência e enalteceu a relevância do Programa e da atuação das entidades parceiras. “Queremos inovação, desenvolvimento e queremos ter cada vez mais uma economia baseada no conhecimento, na tecnologia e nos resultados proporcionados pelas nossas universidades e institutos de pesquisa e também pelas nossas empresas e nossos empreendedores, que tanto têm contribuído para instituir uma nova cultura econômica no nosso país”, comentou Luís.

O Diretor de Empreendedorismo e Inovação do MCTI, Marcos Pinto, comentou que o Ministério acredita no Programa, que teve números expressivos já em sua primeira edição, com mais de 15 mil ideias submetidas nacionalmente e mais de 1 mil municípios envolvidos. Marcos frisou que o Centelha vem se mostrando como um elo entre academia, empreendedores e governo e ressaltou que as startups têm um papel fundamental no aumento à produtividade do país por meio da inovação.

As inscrições do Programa Centelha Rio Grande do Sul estão abertas de 13/09/2021 a 29/10/2021, no endereço eletrônico https://rs2.programacentelha.com.br/, no qual é possível obter mais informações sobre o Programa e seu Edital detalhado.

O Programa Centelha Rio Grande do Sul

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais de inovação do país.

A etapa de seleção é composta por 3 fases distintas onde, em cada uma, os empreendedores participantes recebem capacitações e suporte para submeter suas ideias e projetos inovadores como pessoas físicas. Na primeira fase, os interessados deverão apresentar suas ideias de negócios, destacando o problema de mercado e a solução proposta.  O objetivo é identificar aquelas com maior potencial inovador. Na segunda fase, os selecionados devem, então, elaborar um projeto de empreendimento, detalhando o plano de negócio, com o objetivo de demonstrar as chances de a ideia gerar um bom negócio. Por fim, a terceira fase consiste no desenvolvimento de um projeto de fomento, com apresentação detalhada do orçamento e do planejamento de execução do projeto.

Ao final, os projetos contemplados serão apoiados com até R$ 66.000,00 em subvenção econômica, até R$ 26 mil em bolsas de apoio técnico, além de outros benefícios oferecidos pelos parceiros Centelha. Durante 12 meses as startups passarão pela etapa de Acompanhamento do Programa, recebendo suporte e capacitações para transformar suas ideias inovadoras em negócios de sucesso.

Resultados da Primeira Edição

Em sua primeira edição, o Programa Centelha Rio Grande do Sul recebeu mais de 700 ideias inovadoras, ficando entre os 10 estados com maior número de submissão em todo o país. Ao final, 28 empresas foram criadas com foco em temáticas variadas, como biotecnologia, automação, eletroeletrônica, internet das coisas e inteligência artificial.

O objetivo é que a segunda edição contribua ainda mais para o estabelecimento da ponte entre academia e mercado no estado do Rio Grande do Sul, continue impactando a matriz econômica com o estímulo à criação de emprego e renda e surgimento das novas empresas inovadoras. O estímulo à participação de todos os cidadãos do estado no Programa, tanto para inscrever suas ideias, como para interagir com os empreendedores, seguirá consolidando uma forte rede de apoio ao empreendedorismo inovador e fortalecendo o ecossistema regional de empreendedorismo.