Eventos pelo Brasil

Amapá

Print de tela com imagens dos participantes em reunião online

Evento de lançamento da Fase 4 do Programa Centelha AP

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Amapá (FAPEAP), em conjunto com a  Finep e Fundação CERTI realizou no dia 29 de janeiro o Workshop de Acompanhamento do Programa Centelha AP. O Programa visa estimular o ecossistema de empreendedorismo inovador do Brasil com suporte financeiro e capacitações para ideia inovadoras.

Os empreendedores contemplados para a última fase do Programa puderam tirar dúvidas e entender sobre gerenciamento dos recursos oferecidos pelo Centelha e gestão projeto. Estiveram presentes no evento Vitor Kappel, superintendente da área de Pesquisa Aplicada e Desenvolvimento Tecnológico (APDT) da Finep; Fernanda Konradt, coordenadora de projeto da Fundação CERTI; integrantes da equipe FAPEAP, além de representantes das 15 empresas contratadas.

Ceará

Print da tela da reunião online com logo do centelha à esquerda.

Evento de capacitação dos empreendedores selecionados no Programa Centelha CE

A Funcap realizou, no último dia 1º de março, reunião online com os pesquisadores aprovados no edital Centelha, iniciativa que visa estimular a criação de soluções inovadoras por pequenas e médias empresas e e disseminar a cultura empreendedora no Brasil.

O encontro contou com a participação de Jorge Soares, diretor da inovação da Funcap, e de Vitor Kappel, superintendente da área de Pesquisa Aplicada e Desenvolvimento Tecnológico (APDT) da Finep, além de assessores técnicos da Funcap e representantes de 20 empresas. O principal objetivo foi capacitar os recém-contratados através de uma apresentação sobre o Guia de Execução e Prestação de Contas.

Executado no Ceará pela Funcap, o Programa Centelha é promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e operado pela Fundação CERTI.

Fonte: Funcap

Fapeap divulga resultado final do Programa Centelha AP

O Centelha AP, executado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Amapá (Fapeap), Secretaria da Ciência e Tecnologia (SETEC) e pelo Governo do Estado do Amapá, finalizou a primeira edição do programa com o total de 15 empresas que serrão contempladas com recursos financeiros. Os projetos finalistas envolvem 46 participantes nas equipes, sendo 80% deles homens e 20% mulheres.

Foram 179 ideias submetidas, das quais, 153 foram aprovadas para a primeira fase e 69 passaram para a segunda,  chegando ao final com os 15 projetos finalistas. A maior parte dos projetos aprovados se encontram no estágio de protótipo conceitual. Entretanto equipes receberam diversas capacitações para que possam alavancar suas ideias, testá-las e posiciona-las no mercado.

Os projetos aprovados serão apoiados através da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) com até R$ 53 mil por meio de subvenção econômica para desenvolver a ideia transformando-a em negócio.

Acompanhe abaixo mais sobre o resultado final desta edição.

FAPEAP capacita participantes para a Fase 2 do Programa Centelha

Passarão para a última etapa, 100 projetos. Governo do Estado e Finep disponibilizaram R$ 800 mil para financiar as ideias inovadoras.

Aconteceu nesta terça-feira, 10, no auditório da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (Setec), o workshop do Programa Centelha Amapá que orientou os participantes sobre a segunda fase do processo de seleção para o financiamento. Ao longo de todas as etapas são oferecidas capacitações para auxiliar o empreendedor a aprimorar sua ideia e desenvolver seu negócio.

Nesta etapa, os proponentes dos projetos devem elaborar e cadastrar no portal do programa seus planos de negócio. Isso servirá como critério de classificação para a terceira e última etapa, que tem o objetivo de verificar se a ideia é inovadora e traz benefícios para a região e o seu potencial de mercado.

A segunda fase segue até o dia 20 de março, sendo que, ao final, 100 projetos passarão para a terceira e última fase do processo.

O Programa Centelha busca estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias, assim como disseminar a cultura do empreendedorismo inovador no Amapá, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais.

Segundo a diretora presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Amapá (Fapeap), Mary Guedes, existe a possibilidade do acréscimo de uma bolsa para os projetos que chegarem à fase final.

“O CNPq mostrou interesse em conceder apoio para financiar os projetos aprovados no Centelha Amapá, os quais receberão o valor de até R$ 1500, cada. O Estado entraria com uma pequena contrapartida. Isso será confirmado nos próximos dias”, informou a diretora-presidente da Fapeap.

Lançado em 26 de junho de 2019, o Centelha recebeu 179 inscrições, das quais 156 passaram pela pré-avaliação e participam do certame. Pessoas de 6 diferentes municípios do estado estão concorrendo.

A maioria dos proponentes está na faixa etária entre 31 e 40 anos, seguido pelos jovens, de 18 a 24 anos. 34% das propostas são na área de tecnologia social, seguida por tecnologia da informação e telecomunicações, com 14,4% e, automação, com 10%.

Ao final, 15 projetos de empreendimentos inovadores receberão R$ 53 mil.

FONTE: FAPEAP

Programa Centelha Amapá aprova 153 propostas para a fase 2

Programa Centelha Amapá-AP

Promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operada pela Fundação CERTI e executada no Amapá pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amapá (FAPEAP), divulga as 153 propostas de negócio aprovadas para a Fase 2, provenientes de 6 municípios.

Como funciona?

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias, e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais de inovação do país. No endereço eletrônico www.programacentelha.com.br, é possível obter mais informações sobre o programa detalhado em todos os estados.

Próximos Passos Fase 2:

Na segunda fase os 153 proponentes que foram selecionadas deverão, então, elaborar um projeto de empreendimento, detalhando o plano de negócio executivo com o objetivo de demonstrar as chances da ideia gerar um bom negócio. Para a terceira fase – pela qual passam até 100 das propostas ainda em jogo – consiste no desenvolvimento de um projeto de fomento, com apresentação detalhada do orçamento e do planejamento de execução do projeto. Ao longo de todas as etapas serão oferecidas capacitações para auxiliar o empreendedor a aprimorar sua ideia e desenvolver seu negócio.

Ao final da terceira fase, até 15 projetos serão contemplados, cada um com um valor aproximado de R$ 53.000,00 mil em subvenção econômica. Ainda, durante seis meses, essas empresas passarão por um processo de pré-incubação com suporte e capacitação para transformar suas ideias em negócios de sucesso.

O Programa Centelha contribui para o estabelecimento da ponte entre academia e as indústria, já que muitas das ideias vêm de pessoas ainda na universidade, tanto de cursos de graduação como de pós-graduação. Além disso, o Programa Centelha abre espaço para participação de todos os cidadãos do Amapá, tanto para inscrever suas ideias como para interagir com os empreendedores e consolidar uma forte rede de apoio ao empreendedorismo inovador.

FONTE: FAPEAP

Programa Centelha AP registra o número de 179 ideias inscritas

Lançado em Setembro de 2019, o Programa Centelha AP, executado pela FAPEAP, encerrou suas inscrições no dia 14 de Novembro de 2019. Ao todo, o Programa obteve 295 participantes cadastrados e 179 ideias submetidas provenientes de 6 municípios.

O Programa Centelha é promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operado pela Fundação CERTI e executado no Amapá pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Amapá (FAPEAP).

Os municípios com o maior número de ideias submetidas foram: Macapá, com exatos 152 projetos, e Santana com 22 ideias inovadoras cadastradas.

As temáticas com o maior número de projetos inscritos foram: Tecnologia Social (33,5%), TI e Telecomunicações (13,4%), Automação (11,2%), Química e Novos Materiais (7,8%), Inteligência Artificial e Machine Learning (7,3%), Design (5,6%) e Biotecnologia e Genética (4,5%).

No que se refere ao setor de atuação das ideias submetidas, destacam-se propostas inovadoras nas seguintes áreas: Social (50), Comércio e Varejo (47), Saúde e Bem Estar (36), Meio Ambiente e Bioeconomia (32) e Educação (31).

Confira essas e outras estatísticas no infográfico abaixo:

FONTE: FAPEAP