Fapeam apresenta o Programa Centelha para estudantes e empreendedores

Logomarca do Programa Centelha AmazonasCom o intuito de incentivar a participação de pessoas com ideias que possam ser transformadas em negócios de sucesso, representantes da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), em parceria com a Rede Amazônica de Instituições em Prol do Empreendedorismo e da Inovação (Rami), estiveram em dois eventos sobre empreendedorismo para apresentar o Programa Centelha a estudantes e atores envolvidos no ecossistema de inovação do Amazonas.

As apresentações ocorreram no sábado (18/05) durante o Startup Day, idealizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e na sexta-feira (17/05) na Faculdade Anhanguera Educacional, unidade do Shopping Sumaúma, no evento “Bate-papo sobre startup e empreendedorismo”.

Durante os eventos, foram realizadas apresentações sobre o programa explicando o passo a passo das etapas e também esclarecidas dúvidas do público presente. Com previsão para ser lançado no mês de junho, o Centelha será desenvolvido pela Fapeam, em parceria com a Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep). O Programa irá oferecer capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias em negócios.

A diretora técnico-científica da Fapeam, Marne Vasconcellos, agradeceu a parceria firmada com a Rami e ressaltou que o Centelha é uma oportunidade para as pessoas transformarem ideias inovadoras em empreendimentos de sucesso no Amazonas.

A presidente da Rami, Olinda Marinho, comentou que o objetivo da parceria com a Fapeam é facilitar o acesso da Fundação dentro dos ambientes de empreendedorismo e inovação para que as ideias proliferem e gerem novos negócios.

Conforme a diretora técnica do Sebrae Amazonas, Adrianne Antony Gonçalves, o programa é importante, principalmente, para as pessoas que estão começando na área do empreendedorismo e também para as que não estão, mas que possuem boas ideias. Ela explica que quando se tem uma ideia é necessário um ecossistema para fazer com que se concretize, e  o Centelha traz a oportunidade de realizá-la .

Segundo o diretor de unidade na Faculdade Anhanguera Manaus, Robinson Ferraresi, o Programa é sensacional por ser uma oportunidade para os alunos colocarem em prática o conhecimento adquirido ao longo da sua vida acadêmica, por meio das ideias, com a possibilidade de se tornar um empreendedor de sucesso em Manaus.

O estudante de Análises e Desenvolvimento de Sistemas, Rayner Garcez, que participou dos dois eventos, disse que tem várias ideias e que após conhecer o Programa tem buscado mais informações sobre o Centelha, com objetivo de tirá-las do papel e transformar em projetos.

Faculdade Anhanguera durante o Bate papo sobre startup e empreendedorismo

Foto: Érico Xavier

Apresentação do Centelha foi realizada durante o Startup Day, promovido pela Sebrae

Foto: Barbara Brito

Amazonas inicia reuniões de Articulação e Preparação do Programa Centelha

 

Representantes da Fapeam realizam reuniões de Articulação e Preparação do Programa Centelha Amazonas.

 

Logomarca do Programa Centelha AmazonasCom objetivo de estimular a participação de instituições no programa de ideias inovadoras a ser lançado, representantes da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) iniciaram visitas de apresentação do Programa Centelha, que será desenvolvido pela Fundação em parceria com a Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep).

A iniciativa tem como objetivo apresentar o Centelha e formalizar parcerias com os principais atores envolvidos no ecossistema de empreendedorismo e inovação no Estado, bem como incentivar a participação de pessoas físicas como pesquisadores e estudantes,  com ideias que possam transformar-se em produtos inovadores.

Os primeiros contemplados com a visita foram os representantes da Rede Amazônica de Instituições em Prol do Empreendedorismo e da Inovação (Rami), em reunião ocorrida na terça-feira (14/05),  na sede da reitoria do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas do Amazonas (Ifam), na zona Sul de Manaus. Durante o encontro, a diretora técnico-científica da Fapeam, Marne Vasconcellos, disse que o Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir de novas ideias. Espera-se com o programa a geração de 28 novas startups no Amazonas. “Estamos na fase de sensibilização de parceiros. Os institutos de ensino, pesquisa e setor produtivo podem contribuir para que boas ideias sejam lançadas no âmbito do empreendedorismo e inovação tecnológica. Por isso, estamos iniciando a divulgação do Programa Centelha, que será lançado no dia 3 de junho”, disse.

Segundo a diretora-presidente da Rami, Olinda Marinho, o Programa é uma oportunidade para ampliar o conhecimento dos empreendedores do Amazonas em relação ao surgimento de ideias inovadoras. “Uma iniciativa fantástica da Fapeam para fortalecer a cultura empreendedora no Estado, divulgando amplamente nas universidades. Nós acreditamos que o Programa Centelha, com a orientação, programação e capacitação será um impulso para o cenário de empreendedorismo amazonense”, comentou.

 

Visitas de apresentação do programa no Inpa, Senai e Ulbra

Em seguida, representantes da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) estiveram na quinta-feira (16/05) em três instituições de ensino e pesquisa de Manaus. As visitas foram realizadas no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Centro Universitário Luterano de Manaus (CEULM/Ulbra).

Durante o encontro, a diretora técnico-científica da Fapeam, Marne Vasconcellos, explicou que as visitas são para incentivar as instituições de diversas áreas, dentro de suas potencialidades, a participarem do Programa, cuja bandeira é a inovação e o empreendedorismo. A diretora do Inpa, Antonia Maria Pereira, afirmou que o instituto tem interesse em divulgar e estimular a submissão de ideias empreendedoras ao Programa Centelha. O diretor do Instituto Senai de Inovação em Microeletrônica (Isi), José Roberto Casarini, comentou que a instituição tem pretensão de gerar startups e o Programa Centelha pode possibilitar esse aperfeiçoamento. Para o reitor da Ulbra, Valdemar Sjlender, o programa é uma oportunidade que vem ao encontro com que a instituição já trabalha relacionada à inovação e empreendedorismo. Para ele, o programa vem somar para os empreendedores do centro universitário, formado por acadêmicos e docentes.

Outras visitas serão realizadas em instituições de ensino e pesquisa e com atores envolvidos no ecossistema de inovação e empreendedorismo no Estado.

Fotos: Érico Xavier

Reunião de Articulação e Preparação do Programa Centelha Amazonas - Inpa Reunião de Articulação e Preparação do Programa Centelha Amazonas - Senai Reunião de Articulação e Preparação do Programa Centelha Amazonas - Ulbra Reunião de Articulação e Preparação do Programa Centelha Amazonas - Rami Reunião de Articulação e Preparação do Programa Centelha Amazonas - Rami