Eventos pelo Brasil

Santa Catarina

A imagem é um print de uma vídeo chamada com as câmeras de Leandro Carioni e Fabio Zabot ligadas.

1º Encontro Programa Centelha SC

Os aprovados no Programa Centelha SC se reuniram no dia 30 de outubro em um evento online e receberam mentoria para que os projetos possam ser desenvolvidos da melhor maneira possível. No total, são 28 empresas, de várias cidades catarinenses, que receberão o fomento de até R$ 60 mil cada.

Logo na abertura do evento o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), Fábio Zabot Holthausen; o superintendente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Marcelo Camargo; e o gerente da Finep, Vitor Kappel; deixaram seus recados.

Após, Leandro Carioni, diretor do Centro de Empreendedorismo da Fundação CERTI, fez uma explicação sobre o tema “Os Desafios do Empreendedorismo”. Agente de Tecnologia e Inovação da Fapesc, Gabriela Mager, trouxe para o debate o tema “Os Compromissos Assumidos pelos Proponentes”.

“Propriedade Intelectual – Patentes” foi tratado pela coordenadora de projetos da Fapesc, Camila Ferreira Nunes. Os participantes ainda receberam orientações sobre execução técnica e financeira e como realizar a prestação de contas. As coordenadoras de projetos da Fapesc, Daniela Pires, Scheila Néres e Emanuelle Marques Nunes deram as dicas necessárias para que os projetos sejam executados cumprindo todas as regras. Ao final os participantes do evento puderam tirar suas dúvidas sobre esta etapa do Programa Centelha.

“O Programa Centelha prevê não apenas o fomento, mas também esse acompanhamento e orientações. O objetivo da Fapesc é que lá na frente essas ideias saiam do papel e gerem empregos e renda. São ótimos projetos e que encontrarão no Programa Centelha a ajuda necessária para dar certo”, destaca o presidente Fábio Zabot Holthausen.

Fonte: Fapesc

 

Piauí

Print da vídeo chamada com os proponentes.

Cerimônia virtual com os projetos contemplados no Programa Centelha PI

O Programa Centelha Piauí, promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operada pela Fundação CERTI e executada no Piauí pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí, realizou a cerimônia de outorga para as propostas de negócio contempladas.

Dos 28 projetos aprovados, 16 assinaram o termo de outorga e outros 9 devem assinar até 15 de janeiro.

A reunião, que aconteceu de maneira virtual no dia 20/11, contou com a participação de representantes de todas as entidades envolvidas com o Programa e também dos representantes das ideias contempladas.  Durante o evento, foram informadas as medidas que devem ser tomadas a fim de seguir o cronograma de atividades.

As equipes anunciadas como vencedoras, e que foram outorgadas durante o evento, criaram suas empresas e agora devem começar o processo de Acompanhamento. Foram anunciados também os benefícios oferecidos por parceiros do programa.

Fonte: Fapepi

 

Amazonas

Premiação dos projetos selecionados no Programa Centelha AM

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) promoveu nesta segunda-feira (30/11) evento on-line de premiação dos projetos contratados no âmbito do Programa Nacional de Apoio à Geração de Empreendimentos Inovadores (Programa Centelha), Edital Nº 011/2019, desenvolvido em parceria com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). A solenidade foi transmitida no canal do Youtube da Fapeam.

O evento de premiação foi realizado com os 12 primeiros projetos aptos para a contratação. Lançado em 2019, o Programa Centelha no Amazonas recebeu 964 propostas da capital e do interior. Ao final, 28 projetos de empreendimento foram selecionados, outros 22 foram aprovados como suplentes para serem contemplados em caso de desistência ou inabilitação entre os primeiros aprovados.

O processo do Programa durou quase 1 ano e envolveu a seleção, orientação e capacitação dos candidatos.

“Todos que submeteram propostas estão de parabéns pela coragem e ousadia de inscreverem seus projetos. Aos aprovados desejamos que tenham êxito nesta nova fase que se inicia, assim como tiveram durante a avaliação, e que ao final do projeto sejam vitoriosos em relação aos novos empreendimentos desenvolvidos em áreas estratégicas para o desenvolvimento do estado”, disse a diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales.

O superintendente da área de pesquisa e desenvolvimento tecnológico da Finep, Marcelo Nicolas Camargo, acrescentou que o Programa Centelha permite, a partir do surgimento de uma ideia, concretizar um sonho que é a formação de uma empresa, ao final de um processo de três fases do Programa, em que as ideias são avaliadas e aprimoradas.

“O recurso de subvenção econômica está sendo concedido às empresas e, é muito importante que esse capital seja bem utilizado com destinação efetiva para o desenvolvimento de inovação, que permita até combater as desigualdades sociais e consiga lançar produtos e serviços inovadores para o mercado”, comentou.

Para o diretor executivo do Centro de Empreendedorismo Inovador da Fundação Certi, Leandro Carioni, desde o início, o Programa Centelha, foi estruturado para o desenvolvimento regional e está extremamente conectado a um ecossistema de inovação da região, principalmente às incubadoras, às universidades e aqueles atores chaves, o de formação de startups.

“Parabenizo a Fapeam e o governo do Amazonas pela organização do Centelha no Estado. Com isso, conseguimos alcançar um feito muito significativo, a 4ª posição no Brasil em número de propostas submetidas (964). Eu entendo que o Amazonas é o grande representante do norte do país singularizando muito bem o Estado tanto em disciplina de organização quanto em resultados nesse Programa”, ressaltou.

Fonte: FAPEAM

FAPEPI divulga o Resultado Final do Programa Centelha PI

Centelha PI finalizou, no dia 25/08/2020, a primeira edição do programa com 28 projetos contemplados com recursos financeiros. Os projetos finalistas são provenientes de 6 municípios e envolvem 95 participantes, sendo cerca de 71,43% destes homens e 28,57% mulheres.

Programa Centelha é promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), pelo Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operado pela Fundação CERTI e, no Piauí, o programa é executado pelo governo do estado por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI).

Ao término do prazo de inscrições, 276 novas ideias de 24 municípios piauienses foram submetidas à avaliações de consultores especializados nas respectivas áreas temáticas. Após 9 meses e 3 Fases repletas de capacitações e workshops, o Centelha PI chega ao Resultado Final com 28 projetos que serão contemplados através de subvenção do Governo do Estado, por meio da FAPEPI.

Entre as áreas temáticas dos projetos aprovados, destacam-se: Tecnologia Social (25%), Biotecnologia e Genética (17,9%), Química e Novos Materiais (17,9%), TI e Telecomunicações (10,7%), entre outros. Sobre os setores de aplicação destacam-se os projetos aprovados em: Químico (14), Marketing e Mídias (8), Segurança e Defesa (5), Energia (4), Social (4), entre outros.

Para conferir a lista com os vencedores basta clicar AQUI.

Acompanhe abaixo essas e outras estatísticas da edição piauiense do Programa Centelha:

Programa Centelha PI recebe 276 ideias!

Lançado em novembro de 2019, o Programa Centelha PI, executado pela FAPEPI, encerrou suas inscrições no dia 11 de maio de 2020. Ao todo foram 276 ideias submetidas com 814 participantes nas equipes, provenientes de 24 municípios.

O Programa Centelha é promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operado pela Fundação CERTI e executado no Piauí pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI).

Os municípios com o maior número de ideias submetidas foram: Teresina (158), Parnaíba (51), Picos (14) e Floriano (11).

As temáticas com o maior número de projetos inscritos foram: Tecnologia Social (31,8%), TI e Telecomunicações (14,4%), Química e Novos Materiais (9%), Automação (8,3%), Internet das Coisas – IoT (7,6%), Biotecnologia e Genética (6,5%), Design (4,7%), Big Data (4,3%) e Inteligência Artificial e Machine Learning (2,9%).

No que se refere ao setor de atuação das ideias submetidas, destacam-se propostas inovadoras nas seguintes áreas: Saúde e Bem-Estar (84), Social (64), Educação (46), Meio Ambiente e Bioeconomia (45), TI e Telecomunicações (45), Economia do Turismo, Gastronomia, Eventos e Lazer (39), Agronegócio (38), Comércio e Varejo (38) e Economia Criativa (35).

Confira essas e outras estatísticas no infográfico abaixo:

Fonte: FAPEPI

Programa Centelha PI é lançado em evento

Ontem (05/11), foi lançado o edital do Programa Centelha Piauí. O evento de lançamento aconteceu no Palácio Karnak, em Teresina. Estiveram presentes representantes de várias instituições, tais como Universidade Federal do Piauí, Universidade Estadual do Piauí, Instituto Federal do Piauí, Uninovafapi, Uninassau e Unifsa, além de várias autoridades, como a vice-governadora, Regina Sousa; o presidente da Fapepi, Antonio Amaral; o gerente da Finep, Marcelo Nicolas Camargo e a analista da Fundação CERTI, Ana Victoria Nunes.

Programa Centelha é promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operado pela Fundação CERTI e executado no Piauí pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI).

As inscrições do Programa Centelha no Piauí iniciaram em 05/11/2019 e encerram no dia 20/12/2019. Saiba mais sobre o programa e confira o edital em www.programacentelha.com.br/pi

FONTE: FAPEPI